Postagens populares

terça-feira, 11 de maio de 2010

Java: ame ou ao menos finja

O Java realmente é tão bom como se diz?

Nunca tive muito contato com a linguagem, apesar de aprender a utilizá-la, até precisar implementar um sistema complexo e sem documentação: autenticação com e-token USB contendo um certificado digital.

Java é aclamado no mercado, mas acredito que isto vem da época que não existiam linguagens de programação multiplataforma, onde a máquina virtual do Java estava por todo lugar.

Mas Java é tão bom quanto se diz ou se espera?

Para mim e alguns outros colegas de profissão, não, a começar pelo aspecto que, para mim, é uma dos principais recursos dos programadores: Array!

Isso mesmo, tente criar um Array em Java (e compare com outra linguagem mais recente) para entender o que estou falando.

Como diz um amigo meu, o Pedro, Java é uma mer**, mas todo mundo diz que é bom porque é um inferno pra aprender e desenvolver, e depois que você passou todo aquele trabalho aprendendo e se acostumando, você não vai dizer para os outros que é ruim.

Claro que ele tem suas vantagens e pontos bons, mas no geral, existem coisas mais eficientes, a não ser que sua intenção seja aprender OO, aí o Java é tudo de bom, mesmo assim, vai gerar os trabalhos mais custosos e pesados (agora vão me atirar mil pedras, dizer que dá pra fazer tweak, mas veja bem, não é assim out-of-box).

Voltando ao Array, tente utilizar um índice que não existe no Java. Exception?!?

Você tem a execução do seu programa parada ou é obrigado a tratar uma exceção para uma coisa trivial como um índice não existente. Se você precisar calcular uma matriz tridimensional então...

Uma String nula não é considerada vazia, tudo bem, do ponto de vista filosófico, iremos concordar que é assim, mas para fins práticos, para testar se uma String é vazia existe um método chamado String.isEmpty(). Muito bom, pena que se ela for nula, é lançada uma exceção! Logo, para utilizar este método e testar se ela é vazia, eu preciso pelo menos atribuir vazio?! para ela. Hummm, que eficiente não? rs

O mercado também exige e valoriza bastante o Java, pelos mesmos motivos que citei acima. Não tem problema, já que só depende de nós mesmos mudar o mercado (não me venha com baboseiras de que é difícil) pois nós somos os profissionais e responsáves por escolher e adotar teconolgias ou não, incitar um cliente a desistir de algo que não lhe é realmente valioso tecnicamente.

Eu poderia falar muito, mas para encurtar, vou ter coragem de escrever o que ninguém teve a decência, ou coragem mesmo, de escrever: Java é uma mer**! Pronto, falei...


P.S.: Quando eu falo que Java é uma mer** é modo de falar pessoal!

P.S2.: Se alguém estiver imaginando, eu consegui sim implementar o e-token USB mesmo sem documentação e o Java sendo assim tão chato!

Há!

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. parabens marco, seu blog eh otimo, parabens! mas vou discordar de vc. java eh otimo, e nao estou falando isso prq demorei pra aprender e sim prq eh otimo mesmo, com relacao a array o java possui implemtacoes para isso, como arraylist, vector etc. e com relacao a string nula ser diferente de vazia eh otimo em varios aspectos, nao vou cita-los prq eh compreensivel somente com exemplos. pronto falei! rsss

    vlw

    Mauricio Lima

    ResponderExcluir
  3. Meuuu obrigado por comentar Mauricio quase ninguem faz isso no meu blog, entao adorei hehehe

    Eu acho Java bom, foi mais um post irreverente do que verossímil. Mas a parte de arrays pode ter implementação no Java, mas no PHP é MUITO melhor. Mesmo assim, é SÓ MINHA opinião hein não afirmo categoricamente nada hehehehehehe

    Um abraço e comente sempre que desejar hehehe

    ResponderExcluir

Comenta aí galera, vamos debater os assuntos!

Magazine Luiza